Ser ou não ser vegetariano? Torne seu prato mais verde!

Você sabia que em 2010 os brasileiros comeram 5% a mais de carne bovina que em 2009? No ano passado cada tupiniquim comeu em média 37,5 quilos. No total devoramos mais de 6 bilhões de quilos de carne bovina no ano, um mega churrasco!

Sabemos que a maior parte dos brasileiros adora um bife no prato, uma picanha mal passada. Mas sabemos também que a produção de carne bovina é uma das atividades que mais impactam o meio ambiente. A pecuária é parte do ciclo de desmatamento da Amazônia: tiram a madeira nobre, queimam a mata e botam gado para pastar. Em pouco tempo o já pobre solo amazonense fica duro, pisoteado, lixiviado (a chuva leva embora os nutrientes que foram derramados com a queimada). Para recuperar um solo desse, só com muito dinheiro.

Ainda se nossa pecuária fosse mais eficiente, vá lá. Mas um hectare para menos de uma cabeça de boi? Pois é, a média brasileira é abaixo de um boi por hectare. Se aumentássemos a produtividade para 1,5, muita terra ficaria disponível para agricultura – sem precisar acabar com as áreas de preservação ambiental!

 

Mas vamos parar de falar do problema e focar na solução: o negócio, pessoal, é reduzir o consumo de carne e variar mais nossa alimentação. Reduza aos poucos sua porção diária de carne, ou eleja um dia da semana para ficar sem carne. Experimente, é perfeitamente possível.

Com nós dois foi assim. A Carol já comia pouca carne e tinha birra de ver amplas áreas desflorestadas, só com capim, com pouquíssimas cabeças de gado. O Dan gostava de carne, mas desconfiava que não era muito boa pra saúde, principalmente a carne vermelha. A gota d’água foi quando assistimos ao documentário A Carne é Fraca. O documentário não é imparcial, mas é bom para mostrar a dura realidade dos matadouros de gado e aves. Bastante chocante saber que pintinhos defeituosos, por exemplo, são jogados num container para serem ‘reciclados’. Tivemos ímpeto de jogar toda a carne do freezer no lixo!

Ficamos um ou dois meses sem comer carne alguma. Mas começou a ficar difícil. A família já não sabia o que preparar quando íamos visitá-los, os amigos nos convidavam para churrascos e feijoadas, as lanchonetes não parecem preparadas para vegetarianos. – Tem algum salgado sem carne? – Tem. De presunto, atum, frango. – ….

Depois lemos que cerca de 50% dos vegetarianos têm baixa taxa de vitamina B12 no sangue, o que pode levar a problemas de memória, entre outras complicações nutricionais. Por fim, adotamos uma dieta com peixe liberado, sem comprar carnes de outro tipo. Quando somos hóspedes, não ficamos separando o bacon do feijão nem a carne do molho. Resolvemos também não passar vontade. Ser bater aquela vontade de um hambúrguer, ok. Mas não é a dieta cotidiana.

 

Seres humanos são onívoros. Nosso sistema digestivo evoluiu para comermos de tudo. Mas a forma como criamos, abatemos e preparamos as carnes, tornou-se insustentável e antiética. Cada pessoa pode se adaptar a um hábito alimentar. Muita gente adere ao veganismo, não comendo nem usando nenhum produto proveniente de fontes animais. Outras pessoas começam apenas deixando de comer carne vermelha, ou elegendo um dia na semana para “brincar” de vegetariano.

 

Seja lá como for, comece também a pensar em alternativas alimentares. Seu corpo definitivamente não precisa de carne todos os dias. Experimente pratos vegetarianos. Você vai se surpreender como é mais agradável cozinhar sem carne, com vegetais coloridos e com aroma agradável. Complemente sua fonte de proteínas com queijos, castanhas e cogumelos. Varie sua alimentação, é bom para sua saúde e para a natureza. Quanto mais distintos os cultivos, menos latifúndios com monoculturas.

via

Anúncios

Sobre Gustavo Brossi

Fundador do projeto Save The Animals Include You, skatista, videomaker, autoditada e acredita na humanidade.

Publicado em 31/08/2011, em Meio Ambiente, Ser Mais Humano, Veg e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: