O Veneno está na Mesa

Este documentário lançado neste ano e dirigido pelo premiado cineasta brasileiro Silvio Tendler alerta sobre o uso indiscriminado de agrotóxicos na agricultura brasileira, que atualmente é a recordista mundial no uso desses agentes químicos fornecidos por empresas como BASF, Bayer, Dupont, Monsanto, entre outras. Muitos dos venenos produzidos por estas empresas foram banidos em vários países de todos os continentes, mas no Brasil continuam em uso, inclusive pelos pequenos agricultores, que são obrigados a usar sementes transgênicas e pesticidas para conseguir crédito junto aos bancos.

O filme de apenas 50 minutos faz parte da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida. Ele nos dá uma noção bem abrangente da gravidade do assunto, apontando os riscos ambientais e de saúde pública, além dos históricos interesses econômicos da iniciativa pública e privada neste setor. Confira:

Leia mais: http://www.colunazero.com.br/2011/08/o-veneno-esta-na-mesa.html#ixzz1XStXgTpO
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial

 

Acho importantíssima a informação abordada por este documentário, não apenas pelo alerta, mas por nos levar a pensar em outros assuntos que estão diretamente ligados a isso, como a aprovação recente do Novo Código Florestal. A aprovação deste novo código foi largamente discutida na imprensa e aqui na internet. Particularmente eu achei que as discussões foram muito vagas, tanto que evitei participar delas, pois os ambientalistas – principalmente as ONGs – focaram suas críticas apenas às questões ambientais, o que acabou tornando os agricultores os grandes vilões da história. Mas quem disse que os agricultores eram os grandes interessados na reforma do Código Florestal?

Comecei a questionar essa culpa que os agricultores levaram pelo apoio a reforma do Código Florestal quando me deparei com este vídeo feito pela BASF em uma tendenciosa homenagem aos seus “clientes”, os agricultores:

Leia mais: http://www.colunazero.com.br/2011/08/o-veneno-esta-na-mesa.html#ixzz1XStscIRO
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial

 

 

 

A expansão da agricultura no Brasil irá beneficiar muito mais às empresas de sementes transgênicas, fertilizantes e agrotóxicos do que os próprios agricultores, pois como eu já disse, os agricultores são apenas clientes. Então não adianta imediatismo para apontarmos culpados sem avaliar os verdadeiros interesses políticos e econômicos que envolvem o contexto.

Leia mais: http://www.colunazero.com.br/2011/08/o-veneno-esta-na-mesa.html#ixzz1XSu3kM40
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial

Anúncios

Sobre Adriano_save

Adriano Allves, estudande de Publicidade e Propaganda, Cinegrafista, BrizadO

Publicado em 09/09/2011, em Meio Ambiente e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Nossa, parabéns pelo post. Já conhecia esse vídeo, e é realmente uma calamidade o Brasil é o maior utilizador de agrotóxicos no mundo. E isso é espantoso!
    Sobre o novo código florestal, deveriamos esclarecer mais as idéias pro povo sobre a questão de APP’s e o novo código implanta ainda mais a diminuição de preservação! O Brasil já tem terra o suficiente para a agricultura, se criarmos menos rebanhos, pois lugares onde eram pastos o solo fica todo compactado pelos gados. Deveriam reconstruir e investir nesses lugares, do que continuar a devastação. Hoje em dia o que nos resta é o desenvolvimento verde para a agricultura, com a ajuda da tecnologia verde! Esse é a unica solução para mim..e a prova que da pra SIM para continuar avançando sem desvastar ainda mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: