A Verdade Por Trás Das Capas

Capa do disco Mothers Milk com a modelo Alaine Dawn

As capas de discos são muito mais do que representações para o trabalho que elas abrigam, são obras de arte representadas pelas bandas, artistas e fotógrafos que as confeccionam.

Muitas delas guardam histórias e segredos que pouca gente sabe, e pensando nisso, Tony Aiex e Mauricio Romeu resolveram fazer uma lista com 12 capas emblemáticas que têm muita história e fatos curiosos que talvez você nem imagine.

Aproveite e viaje nessa história com a gente!

Red Hot Chili Peppers – Mother’s Milk

Capa do disco Mothers Milk com a modelo Alaine Dawn

Alvo de censura e muita polêmica na época, o álbum Mother’s Milk, da banda Red Hot Chili Peppers, de 1989, apresentava em sua capa a fotografia em preto e branco de uma mulher semi-nua com a banda no colo.
Como na época a censura andava bem arisca, a distribuição do álbum foi vetada, forçando a banda a revisar sua capa com várias alterações.

Na primeira, uma rosa esconde um dos mamilos polêmicos da modelo, enquanto Anthony Kiedis esconde o outro. Em uma segunda mudança, a banda aumenta de tamanho ocupando um espaço ainda maior do corpo da garota.

Havia inicialmente duas mulheres cujas fotografias foram selecionadas para a capa, uma delas era a atriz Ione Skye, namorada de Kiedis na época, e a outra uma modelo chamada Alaine Dawn, que acabou sendo escolhida de última hora para figurar a capa do quarto álbum da carreira da banda.

Red Hot Chili Peppers - Mothers Milk

Após o lançamento do disco, um número limitado de cartazes promocionais foram divulgados com os seios expostos da modelo que alegou não ter liberado as imagens, processando a banda e levando 250 mil dólares como indenização.

The Beatles – Abbey Road

The Beatles - Abbey Road

Uma das capas de discos mais famosas de todos os tempos foi fotografada no dia 8 de Agosto de 1969, como resultado de ideias de Paul McCartney.

Às 11:30 daquele dia, a polícia parou o trânsito da rua Abbey Road, em Londres, por 10 minutos para que o fotógrafo Iain Macmillan tirasse fotos dos Beatles atravessando a faixa de pedestres em uma imagem que entraria para a história.

Fotografada por milhares de turistas todos os anos e replicada por outros artistas, a capa de Abbey Road tem algumas curiosidades, como um senhor sortudo chamado Paul Cole, que aparece na imagem ao lado esquerdo da cabeça de John Lennon e revelou odiar os Beatles.

Além disso, a capa do álbum também faz parte de uma gigante teoria da conspiração de que Paul McCartney estaria morto nessa época, já que é o único a atravessar a rua de pés descalços.

Rage Against the Machine – Rage Against The Machine

Monge budista se auto-incendeia na capa do primeiro disco do Rage Against The Machine

O monge budista Thich Quang Duc ateou fogo a si mesmo em um protesto contra a suposta campanha de perseguição religiosa empreendida pelo governo do Vietnã do Sul, em 1963.  Chocado com o horror da cena e o cheiro da carne em chamas, o fotógrafo Malcolm Browne tirou fotos do monge, que morreu em silêncio nas ruas de Saigon, no Vietnã do Sul.

Duc permaneceu em silêncio e em posição de lótus até a sua morte e seu coração, intacto, é exposto até os dias de hoje em um museu erguido em homenagem ao monge. Até mesmo o então Presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy, se chocou com a foto dizendo que nenhuma outra imagem havia emocionado tanto o mundo quanto aquela. Apenas cinco meses depois, Kennedy foi assassinado.

A foto acabou  rendendo a capa do álbum de estréia da banda Rage Against the Machine, conhecida por seu ativismo político e que desde o primeiro trabalho de estúdio quis levar consciência política a seus fãs, que acabaram conhecendo a história do mártir vietnamita que acabou com a própria vida em forma de protesto.

Blink-182 – Enema Of The State

capa do cd Enema of the State do Blink 182 com a atriz pornô Janine Lindemulder

A bela enfermeira loira e tatuada que figura a capa do disco Enema of the State do Blink 182 é a atriz pornô Janine Lindemulder. O terceiro álbum de estúdio da banda foi lançado em 1999 e contou também com a participação de Janine no clipe de “What’s my age again?” onde os integrantes da banda saem correndo pelados na rua e encontram a loirona vestida de enfermeira.

Até 1999, Janine era uma das principais estrelas do ramo e só fazia cenas com outras mulheres, nunca tendo gravado material heterossexual, e foi nesse ano que a atriz resolveu se aposentar da profissão para tornar-se professora do jardim de infância.

Depois da capa do disco, onde mostrava apenas algumas tatuagens pelo braço, Janine se empolgou com a arte sobre a pele e começou a tatuar quase todo seu corpo, fechando ambos os braços, as costas e contando com vários outros desenhos nas pernas.

Em 2003 a loira teve problemas com a lei ao agredir seu ex-marido, o fundador da West Coast Choppers, Jesse James, e no ano seguinte voltou à ativa, para agora fazer cenas com homens e mulheres.

Janine Lindemulder Janine Lindemulder

Outro fato curioso é que em 2008 a moçoila enfrentou problemas com a lei por não pagar impostos aos Estados Unidos, fazendo inclusive com que ela ficasse presa por seis meses e fosse obrigada a prestar serviços comunitários por mais seis, o que acabou fazendo com que ela utilizasse uma jogada de marketing ao criar a campanha “Free Janine” (NSFW).

Smashing Pumpkins – Siamese Dream

Nicole Fiorentino não está na capa de Siamese Dream

Nicole Fiorentino, atual baixista do Smashing Pumpkins, revelou à sua banda em Fevereiro de 2011 que ela seria uma das meninas da capa do premiado disco Siamese Dreamum clássico dos anos 90. A notícia foi revelada por Billy Corgan em seu perfil no twitter no dia 17 de Fevereiro de 2011 deixando os fãs de Pumpkins ainda mais admirados com a quarta baixista da banda.

Só descobri agora esta estranha notícia: a nossa baixista, Nicole, admitiu que ela é uma das garotas na capa de Siamese Dream.

Depois do assunto ter repercutido em grandes meios de comunicação e dos fãs da banda tomarem a notícia como genuína, veio a revelação de que não passava de uma “Pegadinha do Corgan em seu Twitter. De qualquer maneira a semelhança entre a menina da capa e Nicole é bem grande mesmo.

Um assistente do fotógrafo Melodie McDaniel, responsável pela sessão de fotos do álbum afirmou que as meninas da capa teriam cerca de 7 anos no ano do lançamento do disco (1993), e Nicole teria 14 anos nessa época.

Provavelmente Billy olhou para a capa do disco, notou a semelhança com Nicole e decidiu fazer a brincadeira no twitter.

Nirvana – Nevermind

Nirvana - Nevermind

Um dos discos mais importantes da história recente do rock também tem uma capa emblemática.

Nevermind, disco lançado pelo Nirvana em 1991, traz a imagem de um bebê pelado nadando atrás de uma nota de 1 dólar.
A ideia veio através de uma conversa de Kurt Cobain e Dave Grohl quando os dois estavam assistindo a um documentário sobre partos embaixo d’água. O diretor de arte da Geffen Records, Robert Fisher, contratou um fotógrafo que tirou fotos do garoto Spencer Elden, então com três meses de vida.

Quando a gravadora viu a foto, achou que o pênis do bebê à mostra poderia chocar o público, mas Kurt Cobain disse que a única opção para esconder o órgão sexual do garoto seria com um adesivo escrito: “Se você se ofende com isso, é um pedófilo enrustido”. A gravadora preferiu lançar a capa original.

Spencer Elden

Hoje em dia Spencer tem 21 anos de idade e diz que as pessoas sempre fazem uma piada com ele, perguntando se “Ele continua do mesmo tamanho”. Como forma de revidar, o agora adulto diz “Mudou, quer ver?”

Com Nevermind, suas músicas e sua capa, o Nirvana entrou para a história da música.

Spinnerette – Spinnerette

Capa dos discos do Spinerette e queens of the stone age

Quando o álbum de estreia do Spinnerette, novo projeto de Brody Dalle (The Distillers), foi lançado, duas questões foram levantadas:

1ª – Todo mundo queria saber se era ela na capa. Sim, era.

2ª – Alguns começaram a dizer que Dalle copiou seu marido, Josh Homme, não só no som, mas também na arte, já que a capa do 1º disco do Queens Of The Stone Age também trouxe o torso de uma mulher. Para calar essas criticas, ela rebateu: Eu não ligo se tinha uma mulher seminua na capa do primeiro CD do Queens. E daí? Essas pessoas são ridículas. As curvas são essencialmente femininas e é por isso que há um torso vestido com a porra de um espartilho na capa do meu CD.

Korn – Korn

garotinha da capa do álbum de estréia do korn

O álbum homônimo de estréia da banda de new metal Korn mostrava em sua capa uma menina e a sombra de um adulto chegando com duas ferramentas em punho.

A capa remete à triste realidade do abuso sexual infantil. A menina da capa se chama Justine Ferrara, que não se lembra muito da foto pois tinha apenas 6 anos em 1994 e, curiosamente, trabalha hoje em dia no setor administrativo da Sony Music.

Quando perguntada se gosta da banda de Jonathan Davis, ela disse que não é muito fã não…

Skank – Calango

O segundo álbum da carreira da banda mineira Skank, o inovador Calango, traz na capa uma figura inusitada fantasiada de uma mistura de ”Pacato cidadão com homem calango , uma fantasia totalmente reciclável criada pelo artista plástico Ilson Lorca utilizando garrafas pet, latinhas e plásticos em geral.

Ele também criou todo o cenário e decoração do set de fotos da arte do disco que foi tratada pelo designer gráfico Jarbas Agnelli.

O que poucos sabem é que por traz daquele pacato cidadão ali estava o carismático e talentoso baixista da banda Lelo Zaneti, que junto com seus colegas de banda emplacou hits desse disco como ”Te ver”, ”Pacato cidadão”, ”É proibido fumar”,  ”Jackie tequila” e a genial ”A cerca’‘.

Tom Zé – Todos Os Olhos

Capa do disco todos os olhos de Tom Zé
O baiano Tom Zé e seu quarto disco da carreira, Todos os olhos, trazem uma história que por muito tempo enganou fãs, censura e até o próprio cantor.

A ideia inicial com a capa do disco de 1973 era afrontar o governo militar e driblar a censura da época camuflando o que seria um olho para os censores, mas na verdade uma fotografia do ânus de uma modelo engajado em uma bola de gude.

A foto chegou a ser feita por um amigo de Tom Zé e sua namorada em um motel, mas o resultado final ficou tão óbvio que a ideia foi abortada e os lábios da mulher acabaram sendo utilizados em formato de beijo segurando a bolinha de gude e aparecendo na capa do disco.

O disco acabou enganando a censura que achou que era realmente um olho, Tom zé, que achou que era um ânus e os fãs, que até pouco tempo também pensavam ser o que não era.

Mesmo com a história tendo sido “esclarecida” pela revista Carta Capital em 2005, ainda há muita gente que garanta que a capa tem sim um ânus e não os lábios de uma moça.

Black Sabbath – Black Sabbath

Moinho Mapledurham foi a capa do primeiro álbum do Black Sabbath

Lançado na Inglaterra em uma Sexta-feira, 13 de fevereiro de 1970, o disco Black Sabbath  foi um marco na história como o precursor do rock pesado, influenciando diversas bandas até os dias de hoje.

A versão original do LP tinha capa dupla e trouxe em seu interior o desenho de uma cruz invertida e um texto sombrio com os dizeres :  O véu da escuridão que cobre árvores enegrecidas, pássaros mudos, e uma jovem que, à beira do lago, sorri invisível, enquanto a chuva cai.

Encarte do disco Black Sabbath

O encarte em formato gatefold, com essa arte, foi proibido na terra do Tio Sam, ganhando uma versão mais light.

Outra grande polêmica deste disco diz a respeito da figura feminina que aparece em meio aos arbustos da imagem. Segundo muita gente, ela era uma verdadeira bruxa que simplesmente sumiu depois de tirar as fotos e nem mesmo retornou para pegar seu cachê. Ficou tão emblemática que foi até parar na capa do disco de outra banda, o Dookie, do Green Day, em 1994.

Green Day - Dookie

A construção que aparece na foto é um antigo moinho localizado no condado de Oxfordshire, às margens do rio Tâmisa, na Inglaterra.

Blind Melon – Blind Melon

A abelinha na capa do disco do Blind melon
Esta simpática abelhinha conquistou multidões com sua performance no videoclipe da música “No Rain, do homônimo primeiro álbum da banda Blind Melon, que é injustamente lembrada só por este disco no mundo pop, mas tem em sua discografia verdadeiros clássicos do rock.

No envolvente videoclipe, a abelhinha interpretada por Heather DeLoach, se apresenta com seu número de sapateado e é rejeitada por ser diferente e fazer o que realmente gosta. Ao fugir dos que a menosprezam por isto, acaba se encontrando em pessoas que vivem histórias parecidas com a dela.

O sucesso da Bee girl , como ela era chamada, lhe rendeu apresentações em diversos programas e até uma homenagem do Pearl Jam na músicaBee Girl do álbum Lost Dogs. Outra aparição deHeather em videoclipes foi na música Bedrock Anthem, desta vez sendo sacaneada pelo rei da paródia “Weird Al” Yankovic em um clipe zoando hits do rock de bandas da época.

Atualmente DeLoach é atriz e já participou de diversos filmes, como “A Princesinha” (1995), “Um Conto Quase de Fadas” (1997), “Em qualquer outro Lugar” (1999) e fez algumas aparições na série de TV “E.R”.

A banda Blind Melon retornou aos palcos em 2011 para um pequena turnê que passou pela América do Sul, no Chile e Argentina.
O vocalista original da banda, Shannon Hoon, morreu de overdose de cocaína em Outubro de 1995 para tristeza dos fãs do Melão cego.

via

Anúncios

Sobre Gustavo Brossi

Fundador do projeto Save The Animals Include You, skatista, videomaker, autoditada e acredita na humanidade.

Publicado em 09/06/2012, em Arts, Design, Music e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: