SP Urban Digital Festival

sp-urban-festival

Atribuir uma nova função social a um dos edifícios mais simbólicos da maior metrópole brasileira é a missão do SP Urban Digital Festival, que transforma a Avenida Paulista em uma galeria a céu aberto neste mês de dezembro. A fachada do prédio daFIESP/SESI-SP foi a escolhida para receber a arte digital do projeto, idealizado pela Verve Cultural.

Com curadoria de Marília Pasculli (Verve Cultural, Brasil) e consultoria curatorial de Susa Pop (Public Art Lab, Alemanha), o SP_Urban Digital Festival se insere dentro do conceito de Media Facade. Muito se fala sobre este termo na Europa, que nada mais é do que transformar fachadas arquitetônicas em telas para exibição de obras audiovisuais.

Foram instalados no prédio da FIESP/SESI-SP, apelidado de “colméia”, 26.241 clusters, cada um formado por 4 lâmpadas de LED (light emitting code). Esta cadeia elétrica possibilita a transmissão de até 4,3 bilhões de combinações de cores. A estrutura metálica que reveste o edifício está recheada de lâmpadas de LED, transformando assim, sua fachada na maior e primeira galeria de arte digital da América Latina.

A primeira edição do SP_Urban Digital Festival terá duração de cinco semanas, com início em 03.12. Nesta data, à partir das 20h, São Paulo mudará de cara. O edifício FIESP/SESI-SP servirá de tela para a execução das obras digitais feitas pelas mentes criativas dos artistas paulistanos VJ Spetto (United VJs), o coletivo BijaRi e a Goma Oficina. Também integram o time o colombiano Esteban Gutierrez, o francês Antoine Schmitt e a dupla Mar Carnet & Varvara Guljajeva da Espanha e Estônia respectivamente.

À partir de então, todos os dias de Dezembro, das 20h às 6h, o prédio acenderá. Cada artista terá cinco dias do festival dedicados exclusivamente à transmissão de sua obra, das 20h à 23h. De 23h às 01h, inicia-se a  concepção do francês Antoine Schmitt, chamada “City Sleep Light”. Depois a programação é mista e randômica, como será no dia da estreia e de encerramento (31.12).

A transformação de um edifício icônico num novo canal de divulgação cultural consegue expandir o conceito de arte, e chama a atenção para as novas tecnologias e formas de expressão. Além de colocar São Paulo no mapa dos eventos e projetos de Media Facademundiais. Esta tela urbana de enormes proporções é um presente para São Paulo e promete evocar sensações, interações entre as pessoas na Avenida Paulista e gerar diversas interpretações. Qual será a sua?

Confira o teaser do projeto e confirme sua presença no evento no facebook!

via

Anúncios

Sobre Gustavo Brossi

Fundador do projeto Save The Animals Include You, skatista, videomaker, autoditada e acredita na humanidade.

Publicado em 08/12/2012, em Arts, Ser Mais Humano e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: