Pássaro considerado extinto desde 1941 é visto novamente

extinct-birdAs espécies estão atualmente morrendo em uma taxa tão alarmante, que alguns cientistas têm alertado que estamos à beira da sexta extinção em massa na história do nosso planeta. Nem tudo ainda está perdido: uma espécie de ave foi flagrada em Mianmar, um país do sul da Ásia, ela já não era vista desde 1941, e já estava sendo considerada extinta. A re-descoberta da espécie foi publicada na revista BirdingASIA .

Apelidada de Chrysomma altirostre, e mais conhecida como Babbler de Jerdon, costumava ser comum nos campos de Mianmar. Este habitat foi mudado devido a construção de casas e de terrenos agrícolas , e desde então não houve se quer um avistamento confirmado da espécie desde o início da II Guerra Mundial.

O pequeno pássaro marrom foi re-descoberto em maio de 2014, quando um grupo de cientistas da região reconheceu a seu chamado. A equipe foi capaz de verificar a identidade do pássaro através de gravações do chamado, amostras de sangue, e fotografias. As informações coletadas durante este tempo foi comparado com as populações já existentes de outras espécie. Não se sabe se esta ave é, na verdade, uma subespécie, ou se é espécie original. Testes futuros vão dizer o que realmente a ave é.

Via Climatologia Geográfica

Anúncios

Sobre Vitor Souza

tem 25 anos é formado em Engenharia Ambiental e Sanitária. @vitorhc_ E-mail Site Save no Facebook

Publicado em 14/03/2015, em Animais, Meio Ambiente, Ser Mais Humano e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: