Arquivos do Blog

Nova York ganha primeira escola pública com merenda vegetariana

Além de receber a nova alimentação, as crianças estão sendo instruídas sobre os motivos

Os 400 alunos da escola Queens, em Nova York, nos Estados Unidos, estão recebendo apenas alimentação vegetariana balanceada há alguns meses. Segundo o diretor da escola, Robert Groff, as crianças foram se acostumando gradualmente ao cardápio e hoje a aprovação das opções é quase unânime.

Leia o resto deste post

Anúncios

TV Gazeta se recusa a veicular campanha contratada a favor do vegetarianismo

A campanha “Pense Nisso” do Instituto Nina Rosa, que conta com a participação voluntário dos atores  Thaila Ayala e Paulo Vilhena é resultado da coragem de fazer o bem de várias pessoas. Tudo começou com o empresário Alexandre Haigaz, que um dia relatou ter se tornado vegetariano após assistir ao documentário A Carne é Fraca produzido pelo INR .

Ele contou ainda da sua vontade de que muito mais pessoas tivessem a oportunidade de serem também sensibilizadas sobre os impactos de suas escolhas. Pensando nisso (desculpem o trocadilho), ofereceu comprar espaço em emissoras de TV para a divulgação de um “comercial” sobre o assunto.


Foto: divulgação

Na contramão da ação, A TV Gazeta de SP se recusou a veicular o comercial, que seria pago, sob a alegação de que a campanha contém cenas de violência. “Defendemos que essas cenas no filme de 30 segundos nada mais são do que uma ínfima parte da realidade cruel que os animais sofrem nos matadouros.
Acreditamos que a campanha “Pense Nisso” invocará o telespectador a repensar seus hábitos alimentares e seu papel para que essas cenas violentas deixem de ser realidade. Somente uma nova consciência poderá promover a tão almejada cultura de paz” defende Nina Rosa presidente do INR ecolunista da ANDA.

via

EUA: Número de veganos mais do que dobra desde 2009

De cafeterias de faculdade até cozinhas de celebridades, o entusiasmo pela comida livre de crueldade nunca foi tão grande. Levando mais e mais donos de restaurantes e empresas de serviços alimentares, a expandir cada vez mais seu cardápio vegetariano.

De acordo com relatórios da indústria, o consumo “per capita” de carne nos Estados Unidos tem diminuído constantemente nos últimos seis anos e pode ser pelo menos parcialmente creditadas à exposição de mídia contínua das questões de bem-estar animal. Agora, os resultados de uma pesquisa nacional oferecem mais uma prova de que uma alimentação à base de vegetais vem se tornando uma tendência.

Encomendada pelo Vegetarian Resource Group no início deste ano, uma pesquisa da Harris Interactive revelou que cerca de um terço dos americanos come comida vegetariana uma quantidade significativa de vezes. E de que cerca de 7,5 milhões de pessoas nos Estados Unidos são veganas. Isso é mais que o dobro do número de veganos desde 2009!

Se você está interessado em uma alimentação vegetariana, em consideração aos animais, ao meio ambiente, ou à sua saúde, certamente está em boa companhia. Não deixe de conferir as variadas e deliciosas receitas, além de dicas úteis sobre a transição para uma forma saudável e humana de viver.

Fonte: Mercy For Animals | Via Cantinho Vegetariano

No Brasil, segundo o IBOPE, 17,5 milhões de brasileiros já são vegetarianos. Não há números sobre veganos.

via

Arte em “ABRÓBAS”.!

Provavelmente todo mundo aqui conhece as tradicionais aboboras esculpidas, cujas quais os americanos costumam usar para decorar casa/lojas e shoppings no Halloween.

Com base nesse princípio que o cidadão norte americano Ray Villafane resolveu lançar uma séria de esculturas feitas em aboboras, e o realismo de seu trabalho é tão alucinante que faz os tradicionais “Jack O’lanterns” parecerem brincadeiras de criança.

Se liguem. 

E pra quem curtir e quiser saber mais: Villafane Studio Site

E se fosse um de nós? – What if it was one of us?

já pra engrenar a nova forma de postagen aqui na save:

Trabalho realizado por jovens ativistas e universitários com a proposta de conscientização em relação a defesa dos animais e do meio ambiente.

Jesus e os animais esquartejados

Cristãos, essa é para vocês, abram seus olhos.

Jesus era conhecido como alguém que amava os animais, que não se permitia vê-los em cárcere; Se ele estivesse neste momento aqui, como humano, será que ficaria feliz ao dar uma volta num matadouro? Será que ele se calaria ao ouvir os gritos ensurdecedores dos animais sendo cortados? Molharia seus pés na piscina de sangue e entranhas e sairia falando que aquilo é certo? Um homem que pregou o amor e a mansidão com certeza não concordaria com o que fazemos hoje em dia em relação aos animais.

Este homem lamentaria os matadouros do Brasil e as criações do Mato Grosso do mesmo modo com que se revoltaria com as atrocidades chinesas, todos os cães esquartejados e fervidos na rua.

Este homem não se sentaria numa churrascaria para comer corações, mas sim se levantaria para falar às pessoas do quão cegas elas estão.

Eu acredito que Jesus, se aqui estivesse, seria um ativista em favor dos animais, humanos ou não.

Fabio Chaves.

fonte

PETA e Amor Veg.

Conhecidos no mundo todo por suas ações radicais em defesa dos animais, o PETA decidiu chamar a atenção para as vantagens de uma vida vegetariana de um modo diferente.

Na campanha Veggie Love, o grupo ostenta o seginte slogan: Estudos mostram, vegetarianos fazem sexo melhor. Os vídeos de divulgação mostram mulheres de lingerie preparando uma grande sopa de legumes em uma banheira de água quente.

Provocante, a ação foi rejeitada pelo canal norte-americano NBC. Mas que carnívoros insensíveis, não?

Go Veg!

</object>

imageimage

fonte.

Touradas banidas da TV pública Espanhola

A RTVE (Corporación de Radio y Televisión Eñola) está passando por uma atualização em sua grade e anunciou, no último sábado (8/01) que não transmitirá mais as corridas de touros, muito tradicionais no país. A emissora alega que o horário das corridas (à tarde) coincide com o que as crianças estão em casa e, muitas vezes, na frente da TV.

O canal já havia interrompido a transmissão regular  desses “programas” em 2007, pois não podia pagar o valor cobrado pelos direitos de transmissão. No lugar, passou a transmitir partidas de futebol. A RTVE, desde que tomou essa medida, passou a enxergar as touradas como ato de violência contra os animais e a propagar essa idéia.

Parte da cultura espanhola, as touradas estão, a cada dia, mais próximas de seu fim. Na Catalunha, região onde as turadas são uma das festividades mais conhecidas, houve uma votação em Julho de 2010, visando acabar com a barbárie a partir de 2012. Ativistas em defesa dos animais, então, iniciaram forte campanha na Espanha e no norte da França, onde cerca de 100 touradas ocrorrem por ano.

Rebatendo as idéias da RTVE, pessoas que apoiam as touradas disseram que a decisão da emissora foi hipócrita, visto que diversas atrações do canal – como filmes, séries e novelas – também traziam atos de violência não só contra animais, e nem por isso tinham sua transmissão vetada. Como comparar, entretanto, ficção com vida real, leitor?

No Brasil, medida equivalente deveria ser adotada quanto aos rodeios, às exposições e diversas manifestações onde animais são postos como mero entretenimento do público.

Até a próxima! Um beijo.

%d blogueiros gostam disto: